sexta-feira, novembro 24, 2017

Parnaíba integra grupo criado pelo BNB para impulsionar o desenvolvimento

O primeiro encontro do G20+20 acontece em Fortaleza com um grupo de 40 municípios de médio porte do Nordeste.
O prefeito de Parnaíba, Mão Santa e a primeira dama, Dona Adalgisa, no Fórum de Cidades Médias G20+20
Acontece nesta quinta-feira (23), em Fortaleza, o primeiro encontro do G20+20, um grupo de 40 municípios de médio porte do Nordeste. A iniciativa foi desenvolvida pelo Banco do Nordeste, com o objetivo de impulsionar o desenvolvimento regional. Do Piauí, apenas a cidade de Parnaíba está presente.

A escolha das cidades do G20+20 foi feita após um estudo do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), que identificou 40 municípios com população acima de 100 mil habitantes e com maior capacidade de influenciar economicamente as cidades do seu entorno, a partir de investimentos.
Presidente do BNB, Marcos Holanda. (Foto: Fernanda de Oliveira)
Segundo dados do BNB, o conjunto dessas 40 cidades responde por 20,9% da população nordestina e 33,6% do PIB da região, excluindo desses cálculos as capitais e respectivas regiões metropolitanas.

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (PSC), está no encontro e afirma que a participação do município no G20+20 foi uma forma inteligente que o BNB descobriu para impulsionar a região que envolve, aproximadamente, 800 mil habitantes. “São cidades que ficam no entorno e que vivem em função de Parnaíba, seja na saúde, na educação ou no comércio. Funcionam como subprefeituras”, afirma.
Presidente do BNB e prefeitos. (Foto: Fernanda de Oliveira)
O presidente do BNB, Marcos Costa Holanda, destacou que a expectativa do banco é incentivar as prefeituras a mostrarem seu potencial produtivo para atraírem o setor privado. “Queremos que os prefeitos mostrem que existe um Nordeste surpreendente, com potencial de crescimento e com espaços interessantes para investir”, destaca.

O Fórum de Cidades Médias G20+20 acontece até amanhã (24), quando haverá uma Feira de Negócios e uma reunião entre todos os prefeitos e a presidência e diretoria do BNB.

Por: Nayara Felizardo/O Dia | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário