terça-feira, novembro 14, 2017

Everaldo Moreira Véras: Poderes Executivo e Legislativo homenageiam escritor e poeta parnaibano falecido

A homenagem contou com a inauguração da “Sala de Literatura Infantil Everaldo Moreira Véras” na Biblioteca Pública Municipal de Parnaíba e entrega da comenda post-mortem de diploma e medalha do Mérito Municipal e Mérito Legislativo.
Descerramento da placa da inauguração da “Sala de Literatura Infantil Everaldo Moreira Véras”.
Com as presenças do prefeito Francisco de Assis de Moraes Souza (Mão Santa), da Secretária de Desenvolvimento e Cidadania Social, Adalgisa Carvalho de Moraes Souza, da Secretária de Educação, Altair Marinho, junto com a Psicóloga e palestrante, Maria de Lourdes Amorim Véras - esposa do poeta Parnaibano, Everaldo Moreira Véras - foi inaugurada, na manhã desta segunda-feira (13), na Biblioteca Municipal, situada na Rua Marechal Pires Ferreira, a “Sala de Literatura Infantil Everaldo Moreira Véras”.
“Sala de Literatura Infantil Everaldo Moreira Véras”
A solenidade foi prestigiada pelo presidente da Academia Parnaibana de Letras (APL), José Luiz de Carvalho e de vários imortais: Cristina de Moraes Souza, Maria do Rosário Pessoa Nascimento, Antônio Galas Pimentel e Israel Correia. Na ocasião o Presidente da Academia Parnaibana de Letras enalteceu a vida literária do poeta parnaibano, Everaldo Moreira Véras, homenageado “in memoriam” com o Diploma e a Medalha de Mérito Municipal. “O poeta parnaibano, Everaldo Moreira Véras, começou sua vida literária tardiamente, com 47 anos, mas nos deixou uma obra grandiosa em número de livros e pelo conteúdo de suas publicações”, pontuou José Luiz de Carvalho.
Professora e palestrante Maria de Lourdes Amorim Véras, esposa do homenageado
A professora e palestrante Maria de Lourdes Amorim Véras, esposa do homenageado, agradeceu emocionada a lembrança dos parnaibanos pelo seu filho ilustre, mas que viveu praticamente toda a sua vida longe do seu torrão Natal. “Eu passei pelas águas de Alagoas, pelas águas do Recife, pelas águas da Paraíba, pelas águas do Rio Grande do Norte e do Ceará trazendo a homenagem da família Véras, que está nesses estados vibrando com esse evento. Então eu desemboquei nas águas da Parnaíba, com muita emoção, com muita gratidão, pois eu sei que meu príncipe das letras, Everaldo Moreira Véras, antes de sua viagem final, sempre falava que queria voltar à sua terra natal, para ver a cidade, ver no que ela se transformou. Infelizmente, ele não teve oportunidade de realizar o sonho, mas tenho certeza, que ele está aqui entre nós nesse momento”, destacou Maria de Lourdes Amorim Véras.

O idealizador dessa homenagem, o poeta parnaibano Diego Mendes Sousa, também falou da volumosa vida literária de Everaldo Monteiro Véras, relembrando alguns dos seus muitos livros, em especial, o primeiro de todos, denominado “O menino dos óculos de aro de metal”, que recebeu elogios de grandes vultos da literatura brasileira, como, por exemplo: Josué Montello, Mauro Mota, Raquel de Queiroz e do grande romancista baiano, Jorge Amado. 
Secretária de Educação, Altair Marinho

Ao longo de sua carreira como escritor, o engenheiro civil e funcionário do Banco do Brasil, Everaldo Moreira Véras, foi reconhecido nacional e internacionalmente com trinta prêmios por várias instituições. Seus livros mais premiados foram: A Insônia do Mar e o Canto de Sal.

“Parnaíba tem uma história grandiosa. A história de Parnaíba é bela, mas principalmente pela sua gente, não como nós que tivemos a honra de nascermos e estarmos aqui, agora, mas foram parnaibanos que por onde andaram foram grandes, como a própria Parnaíba. Assim foi o grande poeta, Everaldo Moreira Véras”, disse Mão Santa.
Prefeito de Parnaíba Francisco de Assis Moraes Souza, o Mão Santa
À noite, no auditório da Federação das Indústrias do estado Piauí – FIEPI o poeta, Everaldo Moreira Véras foi homenageado “in memoriam” com o Mérito Legislativo, pela Câmara dos Vereadores de Parnaíba, uma propositura do Presidente da Câmara, o Vereador Geraldo Alencar Filho.

Maria de Lourdes Amorim Veras. viúva do escritor e Geraldo Alencar, presidente da Câmara de Vereadores de Parnaíba











Da redação do Jornal da Parnaíba
Postar um comentário