terça-feira, novembro 21, 2017

Empresários dos Tabuleiros Litorâneos levam reivindicações ao prefeito de Parnaíba

Prefeito Mão Santa e Secretário Anísio Neves recebem empresários dos Tabuleiros Litorâneos.
O prefeito de Parnaíba, Francisco de Assis de Moraes Souza (Mão Santa) junto com o Secretário de gestão, Anísio de Almeida Neves Neto recebeu, nesta segunda-feira (20), no prédio da Federação das Indústrias do Estado do Piauí – FIEPI representantes do Distrito de Irrigação dos Tabuleiros Litorâneo.

A comissão formada por: Donizete de Paula Lima, José Clarindo Brito, William Dyksdra, Genilda Rodrigues da Costa, Fernando Lima, Elias Cândido e Josenilton Lacerda respectivamente: Presidente, vice-presidente, representante da empresa J. Gonçalves de Sales, Gerente, Advogado, irrigante, Diretor da Cajuína Cristal apresentaram ao prefeito Mão Santa e ao Secretário de gestão, reivindicações antigas dos produtores rurais estabelecidos no Distrito de Irrigação dos Tabuleiros Litorâneo, tendo como problemática principal, a dos invasores de terra, que se arrasta há quase 20 anos.
Outra reivindicação importante foi o pedido de isenção do Imposto sobre a transmissão de bens móveis – ITBI para os processos de escrituração e/ou transferência de lotes dentro do Tabuleiro Litorâneo. Na ocasião, foi entregue uma minuta do Projeto de Lei para que seja encaminhando ao Conselho de Desenvolvimento Econômico e depois para apreciação da Câmara dos Vereadores.

O Secretário de gestão, Anísio de Almeida Neves Neto foi sensível aos problemas apresentados pelos empresários, prometendo articular com o Diretor Geral do DNOCS, por ocasião de sua presença no G20+20, que acontecerá nos próximos dias 23 e 24, em Fortaleza. “Os empresários nos mostraram alguns problemas que acontecem no perímetro dos Tabuleiros Litorâneos. Há um impasse de uma área de invasão, invadida há uns 17 anos. Muitas tentativas de acordo por parte dos representantes da Ditalpi e do DNOCS já foram realizadas, mas sem sucesso. Então eles vieram nos mostrar essa realidade e ressaltar que por parte deles não há nenhuma intenção de tomar qualquer atitude que seja prejudicial para essas famílias. Eles têm a visão que pode haver um acordo que seja bom pra todos”, pontuou Anísio Neves.
“A ideia é que, havendo um acordo entre os empresários e essas famílias, a área seja desocupada e que esses pequenos produtores rurais se estabeleçam em outro local, no próprio distrito, tendo o apoio da prefeitura para a construção de uma pequena vila agrícola em regime de mutirão”, disse.

O prefeito, Mão Santa sugeriu e foi agendada uma nova reunião contando com a presença dos Associados da comunidade Amassa Machado, para a próxima segunda-feira (27).

Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário