quinta-feira, novembro 09, 2017

Centro de Informações Turísticas da Praça da Graça atende diariamente dezenas de pessoas

Após 10 anos paralisado Centro de Informações Turísticas atende diariamente grande número de pessoas.
Centro de Informações Turísticas da Praça da Graça em Parnaíba
O Centro de Informações Turísticas, reativado por ocasião da reestruturação da Praça da Graça, no centro de Parnaíba, voltou a ser a principal fonte de informações turísticas e também de visitantes do interior de cidades circunvizinhas, do Ceará e Maranhão, que frequentam a cidade. O quiosque instalado em frente à agência da Caixa Econômica Federal, funciona das 8:00 às 18:00 e não fecha para o almoço. O atendimento é feito por funcionários da Secretaria Municipal de Turismo, que se revezam entre os turnos.

De acordo com uma das funcionárias do local, Adriana Teles, a maior procura dos turistas é quanto ao artesanato, aos passeios ao Delta do Parnaíba e o Casarão Simplício Dias da Silva, situado na Avenida Getúlio Vargas, a poucos metros da praça. “Diariamente passam por aqui dezenas de pessoas que vem em busca de diversas informações, acerca dos serviços turísticos da cidade, sendo que o maior interesse deles é em relação ao artesanato, o Casarão e os passeios ao Delta. Com a proximidade do Natal e das férias, a tendência é que essa procura triplique”, informa Adriana.
Centro de Informações Turísticas da Praça da Graça em Parnaíba
As pessoas que buscam o Centro de Informações recebem também uma cartilha contendo as principais informações turísticas de Parnaíba, como passeios, artesanato, culinária, lazer, praias e etc. Há seis anos o jovem Dener Antunes, natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, foi transferido para Parnaíba, a fim de trabalhar no anexo da Caixa Econômica, que funciona no mesmo espaço do Centro de Informações Turísticas e, de acordo com o sul-mato-grossense, a revitalização da Praça e o grande fluxo de pessoas no local deu uma nova vida ao ambiente.
Centro de Informações Turísticas da Praça da Graça em Parnaíba
“Antigamente a rotina da praça era muito diferente. As pessoas passavam sempre correndo e agora não, elas sentam nos bancos, tiram fotos, ficam admirando o ambiente e aproveitando o local. Consequentemente até o nosso ambiente de trabalho melhorou e isso nos trouxe um ganho muito positivo”, finalizou.

Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário