quarta-feira, outubro 25, 2017

Jovem é executado com dois tiros na Vazantinha, em Parnaíba

Jovem é executado com balaço na cabeça após emboscada.
Francisco das Chagas Carvalho, 18 anos, conhecido “Buiú”, foi encontrado morto
Dois disparos de arma de fogo foram ouvidos por volta das 22h de terça-feira (25/10) em um mato na Comunidade Vazantinha, Bairro Ilha Grande Santa Isabel, em Parnaíba, mas foi pela manhã de hoje (25/10), que Francisco das Chagas Carvalho, 18 anos, conhecido “Buiú”, foi encontrado morto.

Matéria relacionada: 
A senhora Maria Carvalho, mãe do jovem, disse que seu filho estava sofrendo ameaças de morte e pediu para que o mesmo não saísse de casa; mas por volta das 20h de ontem, Francisco saiu e logo mais foram ouvidos os tiros e mãe pediu que procurassem pelo filho.
A mãe de "Buiú"acusa José Nascimento dos Santos, o “Zezinho”
Maria Carvalho afirmou que o responsável pela morte de seu filho é o “Zezim”, que é o José Nascimento dos Santos, 23 anos, que se evolveu uma briga e foi gravemente esfaqueado; mas fugiu do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), já que era monitorado pela polícia por tentativa de homicídio.
Confira reportagem de Kairo Amaral da TV Meio Norte

Zezinho efetuou tiros de arma de fogo, sendo que um balaço atingiu o tórax do magarefe Renaldo dos Santos de Oliveira, 45 anos, fato ocorrido no final da tarde de sábado (30/07). Francisco é o terceiro filho de Mara Carvalho que é assassinado. Ela informou que seu filho foi levado em uma moto para aquele local para ser executado na emboscada.
Segundo o sargento Herbert Magalhães, há informações de que Francisco das Chagas teria envolvimento com tráfico de drogas, bem como envolvimento na confusão em que Zezinho foi esfaqueado. O perito criminal Fausto Vasconcelos informou que Francisco morreu com um tiro no abdômen e outro na cabeça. Provavelmente foi baleado na barriga e ao tentar fugiu caiu, sendo baleado na cabeça, em seguida. Foram encontrados um par de chinelos e uma faca de serra.
Por Daniel Santos e Leno Childes/PCN | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário