segunda-feira, setembro 25, 2017

Vale Puskás: Veja o golaço de Allex Mineiro que deu a vitória ao Parnahyba

Meia de 21 anos faz golaço do meio do campo e fica surpreso: "Fui testar o goleiro"; Vale Puskás? Allex Mineiro marca "o gol que Pelé não fez" aos 49 do segundo tempo na vitória do Parnahyba em seletivo para a Série D. Goleiro lamenta: "Sentimento é de tristeza, ruim".
Allex Mineiro, Parnahyba (Foto: GloboEsporte.com)
Allex Mineiro tem apenas 21 anos, mas colocou no currículo um golaço que poucos jogadores conseguiram. O meia marcou o segundo da vitória do Parnahyba por 2 a 0 sobre o Rubro-Anil, pela oitava rodada da Copa Piauí – seletivo para a Série D do Brasileiro 2018. A pintura veio aos 49 da etapa final, último lance da partida. O meia pegou um rebote do zagueiro azulino, dominou no peito, cortou o marcador e chutou por cobertura do meio do campo. Com o goleiro adiantado, Alex comemorou “o gol que Pelé não fez”. Veja no vídeo acima.

Encantado com o golaço, o meia do Parnahyba explicou que fez um teste com a finalização. E deu certo.

- Não imaginei fazer. Chutei para ver o que iria dar, mas graças a Deus deu certo. Vi o goleiro adiantado e mandei só para acabar o jogo mesmo. Tinha visto que toda hora ele estava ficando adiantado, então fui testar o goleiro para ver se ele era rápido – disse Allex.


Com o 2 a 0, o Parnahyba se classificou com duas rodadas de antecedência para a final da Copa Piauí. Essa foi a terceira vitória do time no returno, resultado que manteve o clube na liderança com campanha de 66% de aproveitamento.

- Alívio porque a gente teve várias chances para se classificar o mais rápido possível. Pudemos acabar com isso com essa vitória, muitas vezes deixamos escapar os pontos com empates. Essa vitória acabou com tudo isso – analisou Allex sobre o 2 a 0.

Se de um lado há muita felicidade pelo feito, o goleiro Chicão não pode dizer o mesmo. Camisa 1 do Enxuga Rato, o jogador contou não ter sido agradável levar um gol desse tipo. A sensação, segundo Chicão, foi muito aborrecedor.

- Foi azar e felicidade. Vi que meu time estava com todo mundo indo para frente, fiquei como uma possível sobra. Vi a bola foi curta nele, tentei correr de costas. Quando olhei para a bola, ela estava passando por cima de mim e não deu para reagir. O sentimento é de tristeza, foi um sentimento ruim. Tentei ajudar o time, mas não deu – revelou o goleiro Chicão.

O próximo jogo do Parnahyba na Copa Piauí acontece apenas no dia 1º de outubro, quando o time fecha a fase classificatória contra o River-PI, em Teresina, no Lindolfo Monteiro.

Por Stephanie Pacheco e Josiel Martins/G1 | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário