quinta-feira, setembro 21, 2017

Educação Especial é tema de Chá Inclusivo no Campus Parnaíba

Projeto de extensão é coordenado pela professora Maria de Fátima Cardoso Soares, com alunos de Química.
Buscando refletir sobre a Educação Especial no contexto atual e compreender melhor a Educação Inclusiva, o Campus Parnaíba do Instituto Federal do Piauí (IFPI) realizou, na terça-feira, 19, o I Chá Inclusivo. Trata-se de um projeto de extensão, coordenado pela professora Maria de Fátima Cardoso Soares, com alunos do quinto módulo do curso de Licenciatura em Química.

O objetivo do projeto foi promover uma cultura de convivência com as diferenças e as exigências legais da Educação Inclusiva. O evento contou com a palestra “Desafios da Inclusão Escolar”, proferida pela professora e pedagoga Giovana Pessoa, da Universidade Federal do Piauí.



Maria de Fátima Soares disse que o projeto começou de forma simples e foi ampliado para levar a todos uma reflexão sobre essa temática. “Embora seja muito discutida na teoria, porque não pensar em algo prático? Pensamos em promover uma tarde prazerosa, por isso o nome Chá Inclusivo. Exatamente para pensar no outro, se colocar no lugar do outro de uma maneira consciente. Não de uma maneira apenas para sensibilizar, mas como nos colocar diante da situação do outro e pensar no que fazer para melhorar para viver numa sociedade menos segregadora e mais inclusiva”, explicou.

De acordo com o diretor geral do Campus, Luís Fernando dos Santos Souza, a educação é um tema muito mais amplo que a transmissão de conhecimento, ela está em todos os lugares. “Temos que destacar este tema nestes momentos de convivência, nesta troca de experiência e conhecimento. O IFPI se sente honrado de ter nesse espaço um evento tão bonito e de grande relevância. Parabenizo a professora Maria de Fátima, servidores e alunos envolvidos, não só pela temática, mas também pela sensibilidade trazendo um tema tão importante para o nosso dia a dia”, enfatizou.
A palestrante Giovana Pessoa destacou a importância da discussão do tema, para falar sobre integração, inclusão, de fazer parte em diferentes ambientes de nossa sociedade. “Fiquei feliz pelo convite e pela parceria com o IFPI, pois acho a temática muito delicada e importante, como também a necessidade de abrirmos esse canal de diálogo entre as instituições. Afinal de contas, estamos trabalhando como a mesma perspectiva que é a educação do aluno e a gente precisa fortalecer esse diálogo porque os nossos desafios dentro desta proposta são muito grandes”, disse.

O evento contou também com a exibição de vídeos produzidos pelos alunos do quinto módulo do curso de Licenciatura em Química sobre a temática e apresentação musical. Também participaram do Chá Inclusivo, o diretor de Ensino, Francisco de Assis dos Santos Barbosa; a coordenadora do curso de Licenciatura em Química, Márcia Valéria Silva Lima; representantes da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS); além de alunos e servidores do Campus.


Jornal da Parnaíba
Postar um comentário