sábado, agosto 19, 2017

Mulher presa com 15 kg de maconha tinha como destino o Delta do Parnaíba

Cabeleireira é presa com 15 Kg de maconha no Aeroporto Internacional de Manaus. A droga estava escondida em uma mala, enrolada em um lençol e tinha como destino final o Delta do Parnaíba.
Droga estava em uma mala tinha e como destino final a região do Delta do Parnaíba (Foto: Ariane Alcântara/G1 AM)
Uma cabeleireira foi presa em flagrante por tráfico de drogas no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus, quando tentava embarcar para Belém (PA), na noite de quinta-feira (17). A droga estava escondida em uma mala, enrolada em um lençol.

Com a mulher, identificada como Marcia Gabriely de Souza Marciel, de 25 anos, a polícia apreendeu 14 tabetes de maconha do tipo skunk, totalizando, aproximadamente 15 kg de substâncias entorpecentes.

Marcia Gabriely foi apresentada à imprensa na manhã desta sexta-feira (18), em coletiva no prédio da Delegacia Geral, Zona Centro-Oeste de Manaus. Ela não quis se pronunciar a respeito das acusações.
De acordo com o delegado Paulo Mavignier, diretor do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), a infratora foi presa após as equipes do departamento receberem denúncias de que uma mulher estaria embarcando com drogas em um voo com destino à cidade de Belém.

"No momento em que ela chegou no saguão, fizemos a revista da mala e ela confirmou que havia drogas e que iria receber R$ 5 mil pelo transporte até Belém por via aérea e de lá pela rodovia para São Luís do Maranhão", informou o delegado. O destino final da droga seria Delta do Parnaíba, Piauí.

Segundo a polícia, em uma ação integrada com a polícia do Maranhão, também foi presa a mulher que receberia a droga vinda de Manaus. Ela teria feito contato com Márcia via WhatsApp para informar o local da entrega.

Ainda de acordo com as investigações, a droga seria de um colombiano que estaria agindo sozinho de enviando drogas para o nordeste do país.

"Esse colombiano está agindo sozinho e formando uma verdadeira quadrilha de envio de drogas para o nordeste do Brasil. Ele não tem ligação com nenhuma facção em Manaus", contou o delegado.
Márcia será autuada por tráfico de drogas e por associação ao tráfico.

Fonte: G1-AM | Edição: José Wilson | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário