segunda-feira, agosto 21, 2017

Mão Santa nega xingamentos a funcionários de escola em Parnaíba

“Não, sou muito bem educado, o que eu disse foi isso [que estão roubando a educação]. Eu tenho que dá o exemplo”, declarou.

Nesta segunda-feira (21), o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, comentou a polêmica envolvendo professores e diretoras da Escola Municipal Francisca Borges dos Reis. O gestor é acusado de xingar de ladrões e vagabundos funcionários da escola durante uma visita surpresa, na última sexta-feira (18)

Para o prefeito, não é certo um aluno que estuda no turno da manhã sair da escola às 8h30 e quem estuda na parte da tarde, sair às 15h: “A única oportunidade que um pobre tem é se tiver uma educação pública boa, e não uma enganação, às 8h30 da manhã ‘tá terminada’ as aulas, 15 horas da tarde não tem aula para o pobre, e estando o governo municipal pagando bem os professores, luz, água, merenda escolar”, declarou


“Eu disse, digo e afirmo, eu ensino é o Brasil, não tenho medo de nada não, eu fui preparado foi pra ser presidente do Brasil. Não se rouba não é só dinheiro, celular, não se rouba só um relógio, se rouba o futuro das crianças pobres enganando, não tendo aula”, afirmou.

A diretora do colégio que era ligada a Mão Santa e filha de uma secretária do prefeito foi demitida: “Eu fiz como Deus, que sirva de exemplo, eu fiz com o coração partido [demissão], o meu município é um modelo, tem muitas escolas boas e têm que ser melhores do que as do Sesi”, disse.

Questionado sobre o fato dos funcionários terem afirmado que ele agiu com grosseria e xingamento, Mão Santa negou: “Não, sou muito bem educado, o que eu disse foi isso [que estão roubando a educação]. Eu tenho que dá o exemplo”, respondeu.

“Lá é frequente, são muitas reclamações [referentes às saídas]. Eu peguei um grupamento de estudantes na rua às 8h30 da manhã, com a farda, e tem luz, tem água, tem professora, tem merenda, tem tudo”, alegou.

Para finalizar, o prefeito fez uma comparação entre a escola pública e a particular: “Se você bota uma criança numa escola pública, ela com uma hora e meia de aula, e o filho do rico com 10 horas, essa criança [da escola pública] nunca vai passar em um concurso no Banco do Brasil, numa faculdade. Então, nós temos escolas extraordinariamente boas, eu quero que todas sejam, agora tem muitas reclamações, e isso eu não vou admitir. A escola pública tem que ser melhor do que a privada”, concluiu.

Entenda o caso
Neste final de semana, áudios compartilhados em redes sociais e WhatsApp relatam que o prefeito Mão Santa xingou de ladrões e vagabundos funcionários da Escola Municipal Francisca Borges dos Reis, localizado no bairro Frei Higino.

O xingamento ocorreu quando o prefeito visitou de surpresa a escola na última sexta-feira. No momento da chegada, os alunos haviam sido liberados, pois estava sendo organizado um bingo beneficente para arrecadar recursos para a realização de um exame em uma aluna, solicitado pelo médico por conta de um problema dermatológico. Ao ver os alunos fora da sala de aula, o prefeito teria dado início aos xingamentos, sem ao menos se informar sobre que estava acontecendo. O bingo terminou sendo cancelado.

Por Germana Chaves/GP1 |Edição: José Wilson |  Jornal da Parnaíba
Postar um comentário