quarta-feira, agosto 09, 2017

Acusado de homicídio preso a uma cama do HEDA foge no dia que seria levado a penitenciária

Segundo a polícia, “Zezinho” estava preso por tentativa de homicídio. Ele já era conhecido pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio e roubo.
José Nascimento dos Santos, conhecido por  “Zezínho”
O indivíduo identificado por José Nascimento dos Santos, de 23 anos, conhecido por  “Zezínho” que agrediu Francisco das Chagas dos Santos de Oliveira 27 anos, e atirou contra seu irmão, o magarefe Renaldo dos Santos de Oliveira, 45 anos, conhecido por “Pato Donald”, acertando três tiros no peito, mas que durante a luta foi esfaqueado gravemente pelo magarefe, fato ocorrido no dia 30 de julho próximo passado, na comunidade Vazantinha, zona Rural de Parnaíba, fugiu do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda) na madrugada desta quarta-feira (09).

José Nascimento dos Santos, considerado fugitivo poderá ser preso a qualquer momento.
“Zezinho” estava se restabelecendo em um leito da enfermaria do Heda, preso a cama pelas pernas com uma corrente. Ele receberia alta nesta quarta-feira (09) e seria encaminhado a Central de Flagrantes e de lá para a Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina, mas ele conseguiu se libertar durante esta madrugada e da cama e fugiu. Informações dão conta de que um carro estava a sua espera por trás do hospital para dar cobertura a sua fuga.

Diariamente um policial fica de plantão no HEDA, mas o militar responsável pelo plantão desta noite não soube explicar como “Zezinho” conseguiu fugir mesmo algemado a cama. Já a diretoria do HEDA informou que a responsabilidade do hospital é de dar assistência a saúde e que a custodia preso é de responsabilidade da policia.

Uma prima de “Zezinho” que teria dado cobertura a fuga, foi autuada no art. 351 por facilitação.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário