terça-feira, julho 18, 2017

“Poderíamos ir mais longe”, diz técnico do Parnahyba após eliminação

A equipe sofreu uma nova derrota diante o Globo (RN) por 2 a 0 e deu adeus a Série D.
Vladimir de Jesus, treinador do Parnahyba (Foto: Reprodução/TV Clube)
A equipe do Parnahyba deu adeus ao Campeonato Brasileiro Série D no último domingo (16). O time comandado por Vladimir de Jesus foi derrotado pelo Globo, do Rio Grande do Norte por 2 a 0 e eliminado da competição. Em quatro encontros diante o time Potiguar somada a fase de grupos foi uma vitória e três derrotas. Com a eliminação precoce o time do Litoral tem apenas a Copa Piauí Sub 21 no calendário. A competição vale vaga na Série D de 2018.

O treinador do Tubarão, Vladimir de Jesus, lamente a saída do time do Brasileirão até mesmo pela qualidade do grupo. “A equipe se comportou bem, mas infelizmente vez valer a máxima do futebol de que quem não faz leva e no final do jogo tomamos dois gols em contra-ataques. Nos expomos porque precisávamos marcar de qualquer forma e isso custou caro”, disse Vladimir de Jesus.

Matérias relacionadas:
Vladimir ressalta também a boa montagem do plantel e que agora é o momento de sentar com a diretoria e ver definições para temporada 2018. “O plantel tem bastante qualidade o Batista está de parabéns por ter conseguido montar um grupo como esse. A gente lamenta parar o trabalho na Série D por aqui e agora é sentar para algumas definições, mas seria um prazer dirigir a equipe de novo caso o convite for feito”, acrescentou o técnico.

Aos olhos do treinador a equipe poderia ter vencido o adversário Potiguar se não fossem os tantos erros de finalização. Apesar disso, afirma que seu elenco lutou até o fim. “Fica a sensação que poderíamos ter ido mais longe, mas os atletas lutaram bastante e o futebol tem dessas coisas”, finalizou Vladimir de Jesus. O Parnahyba foi vice-campeão piauiense 2017 e tem vaga garantida na Copa do Nordeste e Copa do Brasil. O time ainda disputa a Copa Piauí Sub 21 em busca de vaga na Série D 2018.
Por: Pâmella Maranhão/O Dia | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário