quarta-feira, julho 05, 2017

Delegados entregam cargos em protesto nesta quinta.Parnaíba está incluída

Delegados regionais da Polícia Civil do Piauí irão entregar seus cargos de confiança e colocar à disposição do Estado nesta quinta-feira (06/07).

Delegada Andrea Magalhães (Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Piauí - Sindepol)
A entrega coletiva de cargos será feita em frente ao Palácio de Karnak, em Teresina, em protesto contra o governo Wellington Dias, péssimas condições de trabalho e crescentes índices de violência. No total, são 13 Delegacias Regionais que ficarão sem comando a partir de quinta. Confira a lista no final da matéria!

A delegada Andrea Magalhães, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil do Estado (Sindepol) afirma que até o momento 90 delegados já confirmaram participação na manifestação marcada para as 11h no local já mencionado.

“Estamos devolvendo os cargos de confiança porque não tem como prestar um serviço de qualidade a população sem ter o mínimo. Temos acumulo de cidades por delegado, viaturas sucateadas, com documentação atrasada, pneus carecas e até nossos coletes estão vencidos. Delegado precisa de uma equipe para trabalhar. O nosso serviço sai de maneira insatisfatória e a população não tem que ser atendida em uma delegacia que o teto está caindo. A falta de estrutura é preocupante, são vários os motivos pelo qual estamos protestando”, explica Andrea Magalhaes.
O Sindepol destaca que não se trata de greve, paralisação ou mesmo de um ultraje desmotivado, mas sim, de um manifesto justificável. “Diante do descaso do governador Wellington Dias com a instituição Polícia Civil, demonstrado quando sequer responde a uma solicitação de audiência para tratar de vários assuntos da citada pasta já esgotados em vias administrativas, estando os gestores cientes, mas sem nenhuma solução a respeito”, diz a nota emitida pelo sindicato.

Ainda conforme o Sindepol, há um déficit efetivo que desrespeita os direitos do servidor do ente governamental, como por exemplo o pagamento de horas extras, excesso de carga horária de trabalho, não pagamento da gratificação por insalubridade, ausência de promoções e de vagas, reajuste salarial, entre outros motivos.

A delegada Andrea Magalhaes ressalta que apesar do Estado ter anunciado concurso público com 20 vagas para delegados, não será suficiente para suprir as necessidades.

“Este número de vagas é insuficiente para atender a demanda, precisamos de um número bem maior. As Delegacias Regionais têm um delegado para mais de 10 municípios. A população merece serviços decentes e o Estado não nos oferece condições dignas para que possamos atender a sociedade com qualidade”, comenta a delegada.

De acordo com a nota divulgada à imprensa, o movimento é de conscientização e será padrão e permanente, “para que as autoridades se responsabilizem e assumam suas culpas e assim se revertam o caos e o sucateamento da Polícia Civil, fruto da falta de interesse e de investimento do governo Wellington Dias”, finaliza a nota.

Delegacias Regionais do Piauí:
1ª DRPC-Delegacia Regional de Parnaíba;
2ª DRPC-Delegacia Regional de Floriano;
3ª DRPC-Delegacia Regional de Picos;
4ª DRPC-Delegacia Regional de Oeiras;
5ª DRPC-Delegacia Regional de Campo Maior;
6ª DRPC-Delegacia Regional de Piripiri;
7ª DRPC-Delegacia Regional de Valença;
8ª DRPC-Delegacia Regional de São Raimundo Nonato;
9ª DRPC-Delegacia Regional de Bom Jesus;
10ª DRPC-Delegacia Regional de Corrente;
11ª DRPC-Delegacia Regional de Água Branca e unidades policiais vinculadas; 
12ª DRPC-Delegacia Regional de Paulistana e unidades policiais vinculadas; 
13ª DRPC-Delegacia Regional de Esperantina e unidades policiais vinculadas.

Fonte: Piauí Hoje  | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário