terça-feira, junho 13, 2017

Preso suspeito do assassinato de vendedor no Jardim de Alah, em Parnaíba

Principal suspeito de matar a tiro o vendedor em Parnaíba é preso pela Civil.
Após quase dois meses de um dos homicídios mais complexos registrados em Parnaíba em 2017, o delegado Francisco Costa – o “Baretta” representou pela prisão temporária de 30 dias do principal suspeito de ter matado a tiros o vendedor Adriano Oliveira Ferreira, de 30 anos. Segundo as investigações, Mateus de Brito Amorim é o mesmo que aparece em imagens de câmeras de segurança roubando uma moto na avenida São Sebastião um dia antes do homicídio.

Depois de ser preso na última sexta-feira (09/06) pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio de Parnaíba (DEPATRI), Mateus Amorim assumiu o roubo, mas negou ter sido o assassino de Adriano.

O crime
O crime ocorreu nas primeiras horas da manhã do dia 22 de abril em um mercadinho, no conjunto habitacional Jardim de Alah. Na época, a vítima baleada por três tiros ainda chegou a ser socorrida para o hospital, mas morreu dois dias depois. Cerca de uma semana após o homicídio, a Polícia Militar resgatou a carcaça de uma moto modelo Lander, próximo ao quebra mar do porto de Luís Correia. Segundo o delegado Baretta, esta foi a motocicleta utilizada pelo assassino.
Outra dúvida esclarecida pela investigação, diz respeito a arma utilizada para matar o vendedor. O resultado de um exame microbalístico realizado pelo Instituto de Criminalística do Piauí com as cápsulas encontradas no local do crime concluiu que Adriano Ferreira foi morto com disparos de uma pistola ponto 40.

ASSISTA NA REPORTAGEM DA REDE MEIO NORTE:

Fonte: Kairo Amaral/Meio Norte
Postar um comentário