segunda-feira, junho 05, 2017

Preso segundo envolvido no latrocínio do caso taxista Benevaldo

Gabriel Henrique do Nascimento Cavalcante
A Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios/Tráfico de Drogas/Latrocínio de Parnaíba, deu cumprimento a mandado de prisão preventiva em desfavor de Gabriel Henrique do Nascimento Cavalcante, de 18 anos de idade, sendo este indivíduo o outro envolvido no latrocínio do taxista Francisco Benevaldo de Sousa e Silva, ocorrido no dia 05/04/2017.

A prisão ocorreu no final da manhã de hoje, dia 05/06/2017, onze dias após a apreensão do adolescente coautor do delito, restando concluídas as investigações a cargo da referida delegacia e individualizadas as condutas dos envolvidos.

Gabriel foi encaminhado para a sede da Delegacia de Homicídios, prestando esclarecimentos através de interrogatório, tendo assumido a participação no evento, porém negou ter desferido qualquer golpe de faca contra a vítima ou qualquer ato violento contra esta, afirmando que apenas acompanhou o adolescente.

De acordo com delegado Eduardo Aquino, Gabriel Henrique participou diretamente do assassinato. Os dois pegaram o táxi na Praça da Graça e anunciaram o assalto na Avenida São Sebastião, próximo a UFPI. Gabriel Henrique enforcou Francisco Benevaldo para que fosse esfaqueado pelo seu comparsa, o menor que já foi apreendido. Logo em seguida ele saiu do veículo. No dia do crime estava de camisa verde e foi flagrado por câmeras de segurança. Enquanto isso, o adolescente de 15 anos continuou a execução. Logo após cometer o crime, Gabriel Henrique viajou para Fortaleza (CE), mas recentemente retornou para seu endereço no Bairro Ceará.


A mãe do jovem o acompanhou na delegacia durante os esclarecimentos e passou mal quando descobriu que o filho foi preso por força de mandado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) prestou socorro a mulher que recusou remoção. Segundo o delegado Eduardo, Henrique se negou as acusações de que teria esfaqueado. 

O indivíduo será encaminhado ainda hoje à Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina, em Parnaíba, após a realização de exame de corpo de delito no Instituto Médico Letal - IML, e ficará a disposição da justiça local.

Leia matérias relacionadas:
Copia do mandado expedido pela justiça local
Jornal da Parnaíba
Postar um comentário