sábado, maio 27, 2017

Divulgado o novo cronograma do concurso da PM do Piauí

Depois da tentativa de fraude e da anulação da primeira fase do concurso da Polícia Militar, uma portaria conjunta da Secretaria de Administração e Polícia Militar divulgou nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial do Estado o novo cronograma do concurso.


A portaria leva em consideração que no dia 21 de maio foi realizada a primeira etapa do concurso público para o cargo de Praça da Polícia Militar, considerando-se ainda que não obstante a adoção de medidas de segurança necessárias à lisura do concurso Nucepe/Uespi e pelas Polícias Militar e Civil do Piauí, foram detectados, no dia 21/05/2017, indícios de fraude ao concurso público; E por fim considerando  a necessidade de adoção de providências para a anulação da primeira etapa – prova escrita objetiva - do concurso público, face aos indícios de tentativa de fraude no certame, e, por força do princípio da moralidade, não podem pairar dúvidas sobre a lisura do concurso público.


Segundo o novo cronograma no dia 09 de julho será aplicada as provas objetivas. Entre os dias 14 e 17 de agosto será aplicada a segunda etapa do concurso com a realização dos exames de saúde. Já na terceira etapa, acontecerá o teste de aptidão física que está previsto entre os dias 28 de agosto a 1º setembro. O exame psicológico está marcado para o dia 23 de setembro e a investigação social do candidato entre os dias 6 e 8 de novembro.

A Secretaria de Segurança e o Nucepe confirmaram na segunda-feira (22), a anulação da primeira etapa do concurso para a Polícia Militar.

O concurso teve 32.10 mil inscritos, concorrendo a 480 vagas ofertadas, e mesmo com forte esquema de segurança, foi constatado o vazamento da prova de português.

De acordo com o secretário Fábio Abreu, 12 pessoas foram conduzidas para a sede do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Grego), acusados de tentativa de fraude no concurso.

“Todos foram autuados em flagrante, alguns já foram liberados depois de pagarem fiança. Entre os suspeitas estão pessoas que estavam inscritas no concurso e pessoas que não estavam participando do concurso. São pessoas do Piauí e também de fora do estado”, finaliza o secretário.

Por Adriana Oliveira | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário