terça-feira, maio 23, 2017

Diretor da JBS teria dado propina para 5 secretários de W Dias

Dos 17 políticos piauienses agraciados pela JBS, 5 são secretários no governo de Wellington.

Pelo menos quatro secretários de W. Dias e um ex-secretário, receberam “ajuda” financeira da JBS na campanha de 2014, a soma dos cinco chega a mais de R$ 344 mil.

O diretor de Relações Institucionais da JBS, Ricardo Saud, relatou em sua delação que distribuiu propina a 1.829 candidatos de 28 partidos políticos nas eleições de 2014. Entre os “beneficiaiados” com os repasses estão 17 piauienses, entre eles alguns estão nas Secretarias de Governo do petista Wellington Dias.

Confira lista: Deputados Federais
Iracema Portella (PP) – R$ 695.000,00
Silas Freire (PR) – R$ 200.000,00
Maia Filho (PP) – R$ 100.000,00 (recebeu através do Solidariedade, seu antigo partido)
Flávio Nogueira (PDT) – R$ 100.000,00 (não foi eleito) EX-SECRETÁRIO ESTADUAL DE TURISMO
Osmar Júnior (PC do B) – R$ 650.000,00 (não foi eleito)
Merlong Solano (PT) – R$ 6.600,00 (não eleito) SECRETÁRIO ESTADUAL DE GOVERNO
Dudu (PT) – R$ 6.600,00 (não eleito)

Deputados estaduais
Flávio Nogueira Júnior (PDT) – R$ 35.000,00 SECRETÁRIO ESTADUAL DE TURISMO
Júlio Arcoverde (PP) – R$ 304.000,00
Fábio Xavier (PR) – R$ 200.000,00 SECRETÁRIO ESTADUAL DE CIDADES
Cícero Magalhães (PT) – R$ 3.179,00
Fábio Novo (PT) – R$ 3.179,00 SECRETÁRIO ESTADUAL DE CULTURA
José Carvalho Rufino (PCdoB) - R$ 58.990,00 (Não Eleito)
Francisco Guedes Filho (PT) – R$ 3.179,00 (não eleito)
Maria Rosalina (PT) – R$ 3.179,00 (não eleito)
Júnior do MP3 (PT) – R$ 1.800,00 (não eleito)
Rosângela Maria Gomes (PT) – R$ 3.179,00 (não eleito)
Carlos Alberto Pereira da Silva (PT) – R$ 3.179,00 (não eleito)

Por: Bruno Santana/Tribuna de Parnaíba | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário