quinta-feira, abril 27, 2017

Parnahyba poderá fazer a final do piauiense no Albertão

Em entrevista concedida na tarde desta quinta-feira (27), o presidente da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), Paulo Martins informou sobre o andamento da reforma no estádio.

Paulo Martins diz que Albertão poderá receber final do Piauiense e garantiu um público de 15 a 20 mil pessoas.
O Estádio Governador Alberto Tavares Silva (Albertão) voltará a receber uma partida oficial no próximo sábado (29), o jogo é valido pela última rodada do returno do Campeonato Piauiense 2017, entre Flamengo-PI e Parnahyba, com portões fechados para a torcida. 

Em entrevista concedida na tarde desta quinta-feira (27), o presidente da Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi), Paulo Martins, informou sobre o andamento da reforma aplicada no estádio e adiantou que a final do Piauiense provavelmente será no “Gigante do Redenção”, marcada para acontecer no dia 10 de maio. “Estão sendo colocadas as câmeras e as lâmpadas, o placar eletrônico, nós já fizemos o orçamento e abriremos a licitação [...] então nós queremos abrir o estádio para o público no mês de junho. Tem uma possibilidade de nós abrimos já agora no mês de maio para um público de 15 a 20 mil pessoas para a final do Campeonato. O estadual tem uma dificuldade na partida final devido ao tamanho do Lindolfo Monteiro, caso uma pendência junto ao Corpo de Bombeiros se resolva, a grande final será realizada no estádio Albertão”, afirmou o gestor. 

As duas partidas prevista para a final do Campeonato Piauiense de 2017 só acontecerão se houver um vencedor do returno que não seja o Parnahyba Sport Club, uma vez que ele já conquistou o primeiro turno.

Vila Olímpica de Parnaíba
Na oportunidade, Paulo Martins comentou sobre a Vila Olímpica que a cidade de Parnaíba poderá receber em breve. “Nós temos um grande desafio da Vila Olímpica de Parnaíba, é praticamente a primeira do Estado e estamos dependendo de licenças ambientais [...] vamos dar entrada na próxima semana e eu estarei marcando uma reunião com o prefeito Mão Santa para falar sobre o projeto”, finalizou.

Por Felipe Pedro/GP1 | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário