quinta-feira, abril 20, 2017

3º Desafio SENAI é lançado no Piauí

“O Piauí conquistou na última edição medalha de prata  em duas modalidades, o que revela a competência e a capacidade de nossos alunos", comemora o Diretor do SENAI PI, Mardonio Neiva. 

O Departamento Nacional do SENAI está lançando em todo o Brasil, a 3ª Edição do Desafio SENAI de Projetos Integradores. A iniciativa visa estimular alunos e instrutores de cursos técnicos a elaborar projetos que busquem soluções criativas para os gargalos do setor produtivo da indústria brasileira.

No Piauí, o projeto foi lançado nos dias 17 e 19 de abril, em Teresina e Parnaíba, respectivamente, durante evento que reuniu presidentes de sindicatos patronais, empresários, alunos dos cursos técnicos e a equipe técnica da instituição.

Diretor do SENAI PI, Mardonio Neiva.
Segundo a interlocutora responsável pelas ações no SENAI-PI, Monica Lira, a edição 2017 vem com novo direcionamento. Nesta edição, os desafios serão cadastrados na plataforma da SAGA SENAI de Inovação, pelas indústrias e empresas de todo o país, e ela explica “A demanda virá da própria indústria, da vivencia cotidiana dos problemas enfrentados por eles e os alunos escolherão quais serão seus desafios”. Finaliza dizendo que é necessário que os empresários façam este cadastro na plataforma (http://plataforma.gpinovacao.senai.br) até o dia 29 de abril (sexta-feira).

Em entrevista recente, o presidente da Fiepi, Zé Filho, destaca o projeto como um caminho norteador para a cultura da inovação e explica “ A ideia é estimular a capacidade de trabalhar em grupo, propor ações inovadores voltadas para o pensamento empreendedor”, conclui dizendo que o aprendizado desses alunos será decisivo para o futuro profissional de cada um.
Após o evento em Parnaíba, o empresário Jose Wellington ressaltou o valor representativo do Desafio SENAI para o setor industrial e também para essa nova geração de empreendedores. “A experiência é ímpar, releva pontos fundamentais na formação profissional de todos eles, como a importância de trabalhar com metas, os ciclos de gestão das etapas, a metodologia científica, interpessoalidade e geração de ideias. Mantendo sempre o foco no caráter empreendedor”.

Por Monica Pessoa | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário