segunda-feira, março 13, 2017

Projeto Voa Piauí: Após receber dívida Piaquiatuba volta a voar

Empresa aérea após cancelar voos voltou atrás e passa a voar para o Piauí após os recebimentos dos débitos em atraso; veja 

Segundo publicação do jornal Diário do Povo, a Piquiatuba Transportes Aéreos voltou a realizar voos regionais no Piauí. Na quinta-feira, a direção da empresa havia cancelado os voos que realizava de Teresina para Picos, São Raimundo Nonato e Parnaíba.

O motivo era a falta de pagamento. A Piquiatuba não estava recebendo os pagamentos referentes aos meses de dezembro, janeiro e fevereiro do contrato feito com a empresa piauiense TWFly para realizar os voos regionais. Sexta pela manhã, o diretor comercial da Piquiatuba, Fábio Pazebo, foi informado pela diretoria financeira da empresa que podia liberar os voos.

Ele não soube informar se a empresa havia recebido o pagamento atrasado. Com essa informação, Pazebo autorizou a aeronave fazer o voo Teresina/Parnaíba na tarde de sexta. No domingo, o avião da Piquiatuba retorna do litoral para a capital.

No Palácio de Karnak, no final da tarde de sexta, o governador Wellington Dias se reuniu com o secretário estadual de Turismo, deputado Flávio Nogueira Júnior. O secretário de Turismo estava acompanhado dos prefeitos de Palmeirais, Anísio de Abreu e Arraial.

No entanto, mesmo tendo na agenda a presença dos prefeitos aliados, o governador conversou com Flávio Nogueira Júnior sobre o problema que ocorreu no projeto "Voa Piauí — Do litoral à Serra da Capivara". A empresa paraense Piquiatuba tem um contrato com a empresa TW Fly para realizar os voos do projeto Voa Piauí. A TW Fly tem um contrato com o governo do Estado. A Piquiatuba tem uma proposta para ampliar a rota do voo Teresina/Picos/São Raimundo Nonato colocando a cidade pernambucana de Petrolina.

Fonte: Com informações do jornal Diário do Povo
Postar um comentário