quinta-feira, março 23, 2017

Oficina define implantação da régua de relacionamento com a indústria no Piaui

A oficina utiliza metodologia que atinge vários aspectos de interesse do Sistema FIEPI, priorizando estreitar o relacionamento e a parceria entre as partes.
O Sistema FIEPI, por meio do Serviço Social da indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), promoveu nos dias 21 e 22 de março, uma capacitação com o objetivo de fortalecer o relacionamento com os segmentos da indústria que são atendidos pelas Unidades. O encontro foi realizado no Centro de Formação Profissional Jose de Moraes Correia, no município de Parnaíba, com a participação de doze técnicos.

A oficina foi ministrada pelos facilitadores Elisane Melo, coordenadora de educação do SESI e Raimundo Fontenelle, da assessoria de relações com o mercado, do SENAI, unidade de Teresina, e faz parte da proposta de implantação para este semestre da régua de relacionamentos com a indústria nos municípios de Picos e Parnaíba.


Entre os objetivos do programa, a ideia inicial é mapear as informações sobre indústrias ativas nesses dois municípios, afim de identificar os pontos comuns entre os serviços que estão sendo utilizados pelos clientes e o que pode ser melhorado.

Segundo Elisane, o relacionamento, diferentemente do que se pensa, não é exclusivamente a contratação de um determinado serviço/produto. Está focado na continuidade desta venda que requer o interesse da instituição em procurar atender as demandas, muitas vezes que não estão claras, para a própria empresa industrial.
“Uma régua de relacionamento com o cliente pressupõe uma interligação sólida que utiliza aspectos pontuais do diagnóstico cliente-empresa, descobrindo, por exemplo, o perfil do cliente para avaliar quando e como deverá ocorrer uma nova abordagem”, ressaltou o diretor regional do SENAI, Mardonio Neiva, lembrando que para o sucesso da estratégia, é necessário que a régua seja elaborada de maneira integrada com todas as outras ofertas do Sistema FIEPI.

“A partir dessa rede de relacionamento, a Fiepi terá ferramentas para expandir a força da marca junto ao nosso público de interesse, fidelizando as ações junto às industrias”, declarou o analista de mercado do SENAI, Raimundo Jose.
Diretor regional do SENAI, Mardonio Neiva
Após os dois dias de oficinas, os gestores começam a trabalhar o planejamento do calendário que inclui desde visitas feitas pela área de mercado até os eventos sugeridos pelos técnicos.

Por Monica Pessoa | Jornal da Parnaíba
Postar um comentário