quarta-feira, março 22, 2017

Mulher é presa por esconder arma que foi usada para matar major em assalto

Com ela também foi encontrada o celular que foi roubado do comandante da  BPM de Teresina durante o latrocínio.
Odania de Lima e Wallison Candomblé
Uma mulher identificada como Odania de Lima foi presa na tarde desta quarta-feira (22/03) sob a suspeita de ter participação do assalto que culminou na morte do major da Polícia Militar Mayron Moura Soares.

Ela teria escondido a arma do crime e estava com o celular que foi roubado do policial. Na casa de Wallison Jonatas Rodrigues de Sousa, conhecido como Wallison Candomblé, foi encontrada outra arma. O crime que vitimou o major aconteceu na noite desta terça-feira (22/03) na Zona Sudeste de Teresina. Wallison Candomblé, apresentou-se no início da tarde desta quarta-feira (22) na Delegacia de Homicídios. 

Matérias relacionadas:
O preso assumiu a autoria do disparo que matou o comandante do 1º Batalhão. Em depoimento, Allisson disse que atirou no major porque ele reagiu ao assalto.

"Ele assume totalmente. Disse que quando anunciou o assalto o major pegou na cintura", disse o coordenador da Delegacia de Homicídios.

Jornal da Parnaíba com informações de Maelson Ventura/180graus
Postar um comentário