sábado, janeiro 28, 2017

Pai e filho desaparecidos são encontrados mortos no quintal de casa e revolta população

Corpos do pai e filho que estavam desaparecidos foram encontrados, e gera revolta na população de Araioses.

Pai e filho foram encontrados mortos e enterrados no quintal da residência do acusado.
Os corpos de José de Arimateia, conhecido por "Naura", 44 anos e de seu pai Sr. José  do Nascimento, 88 anos, que estavam desaparecidos desde a noite de sábado para domingo foram encontrados na tarde de hoje (sexta 28/01) enterrados no fundo do quintal da casa que o acusado morava no povoado Capitão, distante 10 km de Araioses (MA).

Os dois teriam sido cruelmente assassinados por bandidos da região, que depois levaram dinheiro, geladeira, fogão, entre outros bens materiais.Pai e filho desaparecido foram encontrados mortos no povoado Capitão,  próximo ao povoado João Peres na zona rural de Araioses - MA.

"Naura" era uma pessoa muito conhecida e querida na cidade, pois estava sempre vendendo cascas vegetais para remédios caseiros. Falava bem de todos, estava sempre com um sorriso estampado no rosto e tinha um enorme carinho pelo pai. Os dois moravam no povoado Capitão, zona rural de Araioses.
A população de Araioses tentou invadir a delegacia para linchar um dos acusados. Uma segunda pessoa envolvida no crime
não foi localizada.
Há informações de que centenas de moradores revoltados com a barbárie já destruíram uma casa de um dos suspeitos e que já está próximo da casa de outro suspeito para destruir tudo também.

A cidade de Araioses-MA vive nesse momento uma situação tensa.

População tentou invadir o departamento de polícia para resgatar um dos acusados do latrocínio, identificado por Aroldo Brito Nascimento, 44 anos (foto ao lado), e linchar na cidade de Araioses (MA), mas ele foi conduzido e entregue a polícia da cidade de Tutoia; a cidade com estrutura, mais próxima.

No distrito de João Peres, dois homens (pai e filho) foram vítimas de latrocínio, esquartejamento e tiveram seus corpos ocultados por meliantes,  onde nesse momento um se encontra sob custódia na cidade vizinha de Tutóia (a fim de evitar linchamento), mas a população encontra-se revoltada e já invadiu a casa de um dos acusados e derrubou a mesma.

Existe ainda a informação de que a ação dos populares matou uma mulher que tinha ligação com os acusados, mas essa morte não foi confirmada oficialmente.

Em meio a multidão existe apenas um agente na cidade, pois, a guarnição da PM está em Tutóia-Ma, com um dos acusados. Reforços foram enviados de Parnaíba através da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal.
Foi enviado reforço policial de Parnaíba e Tutoia para conter os ânimos da população.
Em virtude do não aparecimento do segundo acusado, houve uma grande manifestação, que acarretou na destruição de duas residências do suspeito do sinistro. Portanto a guarnição teve que fazer a transferência às pressas do custodiado até a cidade de Tutóia-Ma, haja vista, o grande movimento de pessoas em direção a DPC local para fazer o linchamento do acusado. A viatura que levou o preso para Tutoia, ao retornar já tinha a presença da força tática, guarnição de Água Doce - MA, a Equipe da PRF de Parnaíba-PI e o Delegado Fábio com o Agente Júnior, onde mesmo com grandes dificuldades, foi feito o controle da multidão.

Jornal da Parnaíba com informações do DabySantos.com
Postar um comentário