domingo, janeiro 01, 2017

Mão Santa retorna a prefeitura de Parnaíba e assume segundo madato

Ao tomar posse, Mão Santa promete retomar grandeza de Parnaíba.
Mão Santa adentro a câmara municipal acompanhado de sua esposa, dona Adalgisa e de seu fiel escudeiro, Dr. Valdir Aragão. (Foto: José Wilson / Jornal da Parnaíba)
O novo prefeito de Parnaíba (PI), Francisco de Assis de Moraes Souza, o Mão Santa (SD), assumiu o cargo prometendo retomar a grandeza do município. A solenidade aconteceu no auditório Arimatéia Carvalho da Câmara Municipal, na tarde deste domingo (1º). Samarone Pinheiro, também do Samarone Pinheiro, assumiu como vice-prefeito.

Mão Santa lembrou a importância comercial e política que Parnaíba tinha no Brasil Colônia ao falar dos problemas que terá de administrar a partir desta semana. "Parnaíba foi a mais grandiosa cidade do Brasil. Parnaíba expulsou os portugueses", afirmou ao chegar na Câmara para a solenidade de posse. 

"Essa grandeza que Parnaíba tinha, apagou-se. Não tem educação, não tem saúde, não tem emprego, não tem esperança. O povo da Parnaíba tem certeza que eu vou fazer Parnaíba voltar a sua grandeza", acrescentou Mão Santa. 
Pronunciamento do Prefeito, Mão Santa, no ato da posse, na Câmara dos Vereadores de Parnaíba seguido de Samarone Pinheiro, vice-prefeito. (Foto Walter Fontenele)
Médico por formação, Mão Santa foi governador entre 1995 e 2001, quando foi cassado pela Justiça Eleitoral. Dois anos depois, foi eleito senador, mas não conseguiu renovar o mandato. Voltou ao Piauí e tentou a eleição para prefeito de Parnaíba, mas acabou derrotado pelo então vice-prefeito Florentino Neto (PT). 

Quatro anos depois de perder a disputa por 10 mil votos de diferença, Mão Santa voltou a se candidatar contra o mesmo Florentino e venceu com 35.585 votos (45,53%) contra 34.462 (44,09%) do petista.

Câmara
Antes da posse do novo prefeito, os vereadores elegeram a mesa diretora da Casa. A chapa encabeçada pelo parlamentar Geraldinho (PSB) venceu a da vereadora Neta (DEM) em votação apertada.

Fonte: Cidade Verde | Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário