sexta-feira, dezembro 16, 2016

Usar branco e pular sete ondas é uma tradição brasileira no réveillon

A preferência dos brasileiros pela cor branca no réveillon vai muito além dos significados óbvios que sempre vimos por aí, como paz, pureza e renovação. O uso de roupas alvas vem de tradições celtas de antes de Cristo. Usar branco foi praticamente abandonado pelas civilizações, que preferem usar roupas coloridas, mas no Brasil se mantém ao longo dos séculos.

Além das influências celtas nas comemorações do ano novo, temos principalmente grande influência de tradições africanas. O uso do branco como cor do ano novo se difundiu a partir da tradição dos escravos do Brasil Colônia e do Império. O uso da cor representava renovação, paz e serenidade.

A virada de ano é uma das datas mais comemoradas em todo o mundo e no Piauí não é diferente e o litoral piauiense é o principal ponto de encontro das famílias, principalmente pela tradição de pular sete ondas que também vem dos africanos que seguiam o Candomblé, sete é um número considerado sagrado por essas religiões. Assim, pular sete ondas é invocar os poderes de Iemanjá. Com o ritual, a Rainha do Mar estaria limpando a aura e o corpo de seus filhos, além de renovar as suas energias, dando-lhes força para vencer os obstáculos do ano vindouro.

Fazer parte desta tradição do uso do branco no réveillon é manter a cultura do povo brasileiro.

Jornal da Parnaíba | Por Darklise Albuquerque
Clique Aqui e saiba mais informações de Parnaíba e cidades circunvizinhas
Postar um comentário