quarta-feira, dezembro 28, 2016

UESPI de Parnaíba vai contar com 12 consultórios odontológicos

Com isso, 12 mil atendimentos serão realizados por ano pela Universidade.
FACOE - Faculdade de Odontologia e Enfermagem, Campus da UESPI de Parnaíba.
A Secretaria de Estado da Saúde vai disponibilizar para a Universidade Estadual do Piauí (UESPI), campus Alexandre Alves Oliveira, em Parnaíba, 12 consultórios odontológicos para a prática acadêmica do curso de Odontologia. A autorização para aquisição dos equipamentos será feita nesta quinta, 29, durante a solenidade de inauguração dos 10 leitos da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, em Parnaíba.

“Estamos fazendo uma importante parceria com a Universidade Estadual do Piauí, buscando afinar essa relação entre as ações da Saúde, como também a prática acadêmica de vários cursos. Vamos poder ajudar no fortalecimento do curso de Odontologia, com a aquisição 12 gabinetes odontológicos e a oferta de atendimento odontológico para a comunidade parnaibana”, afirma o secretário de Saúde, Francisco Costa.

O atendimento à comunidade será ampliado, como assegura o pró-reitor de Planejamento da UESPI, Paulo Henrique Pinheiro. “A oferta dos atendimentos odontológicos com a estruturação dos consultórios será de 12 mil procedimentos por ano, permitindo ainda a possibilidade de expansão no número de vagas para a graduação”, explicou. O curso de Odontologia de Parnaíba tem cerca de 300 alunos, em seis turmas.

Serão investidos mais de R$150 mil para a aquisição de 12 cadeiras odontológicas completas, cinco ultrassom, um aparelho de Raio-X, além de compressor e amalgamador odontológico. A previsão é que os equipamentos sejam disponibilizados no primeiro trimestre de 2017.

Além dessa parceria na área de Odontologia, o secretário Francisco Costa articula ainda que o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, seja o hospital-escola no programa de residência médica da Universidade Federal do Piauí. Para isso, assinou o Termo de Compromisso onde se compromete a disponibilizar e manter estruturação física, material e recursos humanos destinados ao programa e que deve implantar em 2017 as residências em Clínica Médica, com oito vagas, e em Cirurgia, com seis vagas.

Atualmente, o HEDA recebe 18 instituições de ensino para cursos no campo de estágios em diversas áreas de saúde.

Por Graciene Nazareno | Edição: José Wilson/Jornal da Parnaíba
Postar um comentário