quarta-feira, dezembro 07, 2016

Laudo confirma Cajueiro Rei do Piauí como maior do mundo

O estudo aponta que esse é um único pé de caju com total de 8.832 m² com 732m de comprimento e o Cajueiro Rei é confirmado como o maior do mundo.
Secretário Flavio Nogueira recebe laudo que analisou o Cajueiro Rei.
Estudo realizado por equipe da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) aponta que o pé de caju localizado no município de Cajueiro da Praia, o Cajueiro Rei, é o maior do mundo. O laudo extra oficial foi entregue à Secretaria de Estado do Turismo (Setur) que fez a solicitação do estudo da planta ainda em 2015.

"O estudo foi iniciado no ano passado, na gestão do ex-secretário do Turismo, Flávio Nogueira. Quando assumimos, demos continuidade e estamos muito felizes com esse resultado, agora, com ele concluído, vamos agir para oficializar esse título junto ao Guiness. Também daremos continuidade a projetos para melhorias naquela região", destacou o secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior.
Cajueiro Rei do Piauí: Estudo aponta que esse é um único pé de caju com total de 8.832 m² com 732m de comprimento
Com o objetivo de comprovar que o Cajueiro Rei do Piauí é maior que o cajueiro norte-rio-grandense que entrou no Livro dos Recordes em 1994 por possuir 8.500m², a equipe composta pelos profissionais Fabrício Pires, doutor em farmacologia; Francisco Soares, doutor em Botânica, e Caio dos Reis, mestre em ecologia, realizaram o estudo para avaliar o perfil genético da planta.

Foram comparadas as amostras obtidas durante o estudo botânico, a fim de estabelecer um padrão genético de um mesmo indivíduo. "Fizemos de início as primeiras coletas em junho, delimitamos áreas distantes para avaliação do material genético. Ao fim da avaliação, percebemos ter um perfil idêntico, o laudo mostra isso, realizamos o estudo em conjunto com laboratório de São Paulo", disse Fabrício Pires.
Medição geodésica para estabelecer a área e folhos colhidas para análise além de imagens do Google Earth Pro e Arc Giz foram usadas para emissão do laudo.
A metodologia do estudo foi feita com a extração das folhas coletadas em cinco pontos diferentes do Cajueiro Rei, onde, sequencialmente, foram submetidos a outros estudos que levassem ao objetivo final. Em campo, foram coletados pontos com coordenadas geográficas com o uso do aparelho GPS, sendo observado as áreas da copa da planta, também foram utilizados o Google Earth Pro e Arc Giz.

O resultado final do estudo revela a região estudada do gene como uma única espécie com sequência genética idêntica entre elas, o que mostra que o Cajueiro Rei do Piauí é um único pé de caju com total de 8.832 m² com 732m de comprimento, sendo assim, o maior cajueiro do mundo.

Edição: Jornal da Parnaíba
Postar um comentário