domingo, novembro 20, 2016

Qual foi a lição? Oposição venceu com larga maioria em Parnaíba

O resultado das eleições em Parnaíba, PI, deu larga vantagem às oposições que, embora não tendo sabido se juntar, ainda assim venceram. Como não temos segundo turno, podemos concluir que foi uma vantagem larga que reprovou a administração de Florentino Neto (PT). As oposições obtiveram 55,91 %, equivalentes a 43.699 dos votos válidos contra 44,09 % do prefeito derrotado, equivalentes a 34.462. Foram mais de 9 mil votos de diferença.

Acrescente-se a isso a vantagem de quem disputava a reeleição com a máquina administrativa em mãos, com um grupo formado há 12 anos, com um blocão de 19 partidos e que fez o diabo para vencer. Tinha o Governo do Estado jogando pesado e, até bem recente, o governo federal. Como é sabido por toda a população parnaibana, centenas de nomeações foram feitas apenas para captação de votos. A prova maior disso foi a exoneração na semana seguinte ao resultado do pleito de cerca de 1.500 sinecuras, programas que só funcionaram até o dia da eleição.  Jvens e idosos assistidos pela Sedesc foram esquecidos após o pleito eleitoral. A coleta do lixo teve seu quadro reduzido em 60%, os postos de saúde que já atendiam de forma precária, agora pararam de vez. Alguns até fecharam. E os medicamentos ofertados de forma obrigatória já não são mais. Já os aposentados do Instituto de Previdência do Município (IPMP) estão sem receber seus salários. Enfim, uma infinidade de serviços públicos deixou de ser ofertada a população após a derrota do prefeito.

Leve em consideração ainda que por conta das sinecuras ofertadas graciosamente aos partidos políticos, o prefeito Florentino Neto conseguiu o apoio da quase totalidade dos partidos. Pelos mesmos motivos contava com o apoio quase unânime da Câmara Municipal. Os comícios eram verdadeiros eventos com estrutura de causar inveja até aos candidatos dos EUA. Carreatas milionárias, distribuição de santinhos e cartazes feitos por batalhões de pessoas nas ruas, chegavam a entupir as caixas dos correios das residências.

Do outro lado, o candidato vencedor com apenas dois partidos pequenos, sem nenhum vereador e sem nenhum figurão, não contava com nenhuma das vantagens citadas acima. Muito pelo contrário! Passava o dia inteiro caminhando e apertando a mão das pessoas de casa em casa e convidando para as reuniões que eram feitas tendo como palanque as calçadas das residências. Não fez uma carreata sequer durante toda a campanha, até seu programa eleitoral deixou de ir ao ar algumas vezes no início da campanha. A distribuição de santinhos, apenas com o número do candidato vencedor, por terem poucos, era feita por ele mesmo durante as caminhadas.

Em resumo, o resultado prático extraído das urnas é que quando o povo quer não tem dinheiro que tome uma eleição majoritária numa cidade do porte de Parnaíba. A lição: Assim a invicta Parnaíba mais uma vez mostrou que seu povo não se rende a estruturas de governos, o povo parnaibano só se rende aos que trabalham aos que tem história e o que mostrar. Os aventureiros até vencem algumas, mas não permanecem.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.