terça-feira, novembro 15, 2016

Mão Santa pedirá austeridade máxima à equipe

Austeridade máxima deve ser a tônica da gestão Mão Santa.

Mão Santa, prefeito eleito de Parnaíba
Austeridade máxima. Este deve ser o foco principal da futura administração do prefeito eleito de Parnaíba, Mão Santa. Pelo menos ele tem deixado isso claro durante troca de informações que tem tido com membros de sua futura equipe de governo, como é o caso, por exemplo, do médico Valdir Aragão, que será o gestor de uma das mais importantes secretarias municipais: a da saúde.

Ele disse que conversou bastante com prefeitos eleitos e reeleitos de várias partes do país, durante a sua participação de evento em Brasília, promovido pela Confederação Nacional de Municípios, e pôde concluir que não são das melhores as perspectivas dos novos gestores que assumem em janeiro próximo.

Ele citou algumas providências a serem tomadas por ele logo que assumir, quais sejam: evitar pagar aluguéis; acabar com a “farra” de telefones no gabinete do prefeito. Atualmente são cerca de 30 celulares que são pagos pelo erário público; evitar pagamentos de diárias,  dentre outras medidas de economia.

“Vamos trabalhar com o que temos, porque não há muito que esperar do governo federal”, destacou Mão Santa. Para ele é importante acabar também com a ilusão das emendas parlamentares, isto porque do montante de recursos anunciados pelos políticos, “apenas 13% aproximadamente são liberados”, disse, ressaltando: "o deputado chega no seu Estado e usa a mídia para fazer a sua propaganda, dizendo que colocou sua  emenda para o município tal, mas o que existe na prática é bem diferente”, pontuou o prefeito eleito. Segundo ele, o modelo atual está falido e o aconselhamento que vai passar para a sua equipe é que todos procurem fazer o máximo com o mínimo.

Por Bernardo Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.