sexta-feira, novembro 04, 2016

Leitura Objetiva

Dificuldades para transição municipal
A transição municipal, apesar de prevista na Lei nº 10.609, de 20 de dezembro de 2002, e pelo Decreto nº 4.298, de 11 de julho de 2002, ao que parece a equipe nomeada pela prefeitura municipal de Parnaíba não está muito disposta a fornecer informações. Até agora, decorridos mais de um mês do pleito eleitoral, sem mesmo uma sala foi disponibilizada para a realização os trabalhos. Pelo visto o prefeito eleito Mão Santa terá que se valer da Lei de Acesso à Informação (lei 12.527/2011) para requerer as informações e documentos necessários para conhecimento da situação da gestão municipal e do Ministério Público. A transição objetiva propiciar condições para que o candidato eleito receba do chefe do Poder Executivo em exercício todas as informações necessárias à implementação da nova gestão.

Modelo de gestão
“`Dilma tinha 39 ministros. Em Parnaíba o prefeito Florentino Neto (PT), tem exatos 39 secretários. Tem secretaria pra todo gosto`”, diz Francisco Juriti membro da Comissão de transição da prefeitura parnaibana indicado por Mão Santa.” (Pedro Alcântara)

Por falta de pagamento.
Segundo informações dos operários da obra de alargamento da PI 116 que liga Parnaíba a Praia da Pedra do Sal e ao Porto dos Tatus na Ilha Grande, porta de entrada para o Delta do Parnaíba as máquinas tiveram que parar por falta de pagamento do governo do estado.

Parou depois da eleição.
Outra obra paralisada em Parnaíba é o asfalto da estrada que dá acesso a comunidade rural de Lagoa da Prata, iniciada na véspera do pleito eleitoral para prefeito de Parnaíba.

Parou por quê?
O prolongamento do asfalto da rua Osvaldo Cruz no Bairro Planalto também está na mesma situação, paradinha da silva.

Bloqueio das contas.
De acordo com informações da rádio calçada o bloqueio das contas da Prefeitura de Parnaíba ocorrido por inadimplemento no envio das prestações de contas mensais entre janeiro a julho de 2016 e não cumprimento da decisão nº 1.181/16-E (RPPS) é por conta do rombo do IPMP – Instituto de Previdência Municipal de Parnaíba que ultrapassaria a quantia de R$ 30 milhões. Será?

Consignado em atraso. Pode?
A prefeitura de Cajueiro da Praia, no litoral piauiense, estaria há três meses sem repassar o pagamento dos empréstimos consignados dos funcionários, apesar de recolher dos servidores. O rombo estaria em torno de R$ 2 milhões. Em sendo verdade o TCE e Ministério Publico já sabem disso?

Assaltos a estudantes
Pela quantidade de denúncias que chegam através das redes sociais, os marginais estão atacando de forma sistemática na porta das universidades e colégios de Parnaíba. Os estudantes são os alvos principais. A PM tem que intensificar a ronda nestes locais. Agem em moto e sempre em dupla.

Contra a PEC 241

PEC 241põe rédeas nos gastos públicos. Ou seja, põe limite e possíveis abusos de gastos além das receitas líquidas. Só é contra quem é imbecil! (Tomaz Teixeira)

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.