quinta-feira, novembro 24, 2016

Campus da UESPI de Parnaíba promove I Encontro Afro-PI

Os três dias de programação do evento contemplam diferentes atividades referentes ao Dia da Consciência Negra.
O Grupo de Pesquisas e Estudos Afro-brasileiros e o Curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Piauí - Campus Prof. Alexandre Alves, no município de Parnaíba,  promove o I Encontro Afro-PI: “Artes, Saberes e Cultura Negra em Evidência”, nos dias 28, 29 e 31 de novembro.  Os três dias de programação contemplam palestras, oficinas, mesas temáticas, exposições de oficinas educativas, mostras fotográficas e outras atividades referentes ao Dia da Consciência Negra.

O Afro-PI tem o objetivo de propagar os saberes inerentes ao universo afrodescendentes e ampliar os conhecimento do público sobre a história da população negra, sua cultura, realidades e percurso histórico. Com eixos temáticos de discussão, o evento abordará o Feminismo Negro; A Lei 10.639; relações étnicos-raciais como questão da educação; Quilombos no Piauí; A (In)visibilidade das religiões africanas; Construções das identidades africanas e afro-brasileiras no Brasil; Racismo do Brasil e  Renafro - ações do movimento de terreiro em Parnaíba.

A organização do evento destaca que o encontro visa contemplar o ensino, pesquisa e extensão, bem como ressaltar a importância do negro na constituição e identidade da nação brasileira. “Queremos incentivar discussões mais amplas de temas como o direito à diversidade cultural, o preconceito relativo aos costumes religiosos dos africanos, a valorização da cultura negra, além do o respeito à diversidade humana, trazendo as reflexões sobre as raízes da herança cultural ou biológica trazida pela influência africana”, afirmou a coordenadora do projeto, Maria de Jesus Marques.

Os palestrantes que integrarão o Afro-PI são grandes pesquisadores da população negra.  Dentre eles, o Prof. Me. Auréo João de Sousa; Prof. Dr. Celso Brito; Profª; a Drª Mary Angélica; Profª Fátima Silva; o  Profº Dr. Manuel Domingos;  a Profª Ma. Evangelita Carvalho da Nóbrega; a Profª Ma. Maria de Jesus Marques e a coordenadora de Igualdade Racial do Piauí, Assunção Aguiar.

São cerca de 200 vagas destinadas para alunos, professores, comunidades quilombolas e povos e terreiros. Os interessados em participar do evento poderão se inscrever como ouvintes, com apresentação oral e apresentação de trabalhos. As inscrições estão sendo feitas presencialmente no campus de Parnaíba e pelo email afropi@gmail.com. 

Confira as informações sobre participação e valores de inscrições.

O evento também disponibiliza hospedagem para participantes de outras regiões.

Da redação do Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.