quarta-feira, novembro 02, 2016

A conclusão da segunda etapa dos tabuleiros litorâneos

O prefeito eleito Mão Santa poderá buscar solução para conclusão da segunda etapa da Ditalpi.

O Rio Grande do Norte já exporta melão pra outros países gerando empregos e renda na região de Mossoró e o nosso Distrito de Irrigação Tabuleiros Litorâneos do Piauí (DITALPI) não está nem com sua segunda etapa concluída. Que lastima!!!!

É muito descaso de nossos governantes. O prefeito eleito Mão Santa deve aproveitar a sua influência e amizade que tem com o presidente da república, Michel Temer, e vários ministros do atual governo para conseguir os recursos necessários a conclusão da segunda etapa  do perímetro qu falta apenas 30% da obra. Por falta da conclusão da obra, parte do canal está se deteriorando, rachando, devido não receberem água e o sol escaldante batendo insistentemente criando rachaduras.

Um excelente trabalho científico sobre a atuaçao da Embrapa Meio Norte -UEP Parnaíba merece uma leitura mais profunda e uma refleçao sobre a produção da Ditalpi. Clique AQUI e leia.

Existem empresários interessados em investir na Ditalpi gerando empregos pra Parnaíba e região, mas e preciso concluir a bendita segunda etapa. Apesar do governo federal está em crise, mas para alguns estados não faltou investimentos, recentemente concluiu vários perímetros irrigados, no ceara construiu o Porto do Pecem e aeroporto de Fortaleza e só o Piauí que sofre com a falta de investimentos essenciais ao nosso desenvolvimento.

O perímetro irrigado beneficia não só Parnaíba mais vários municípios de Piauí, Ceará e Maranhão. Indiretamente isso ajuda até no turismo porque faz o dinheiro circular na cidade que tem aeroporto e a segunda maior população do Piaui. Parnaíba não e só turismo e sim um conjunto de atividades econômicas. Isso é a vantagem de se investir em Parnaíba.

Para completar nos temos uma Embrapa que tem pesquisas e laboratórios já preparados pra diversos tipos de cultura e já vem contribuindo para o desenvolvimento de culturas em nossa região, mas está subaproveitada..

Parnaíba só está a 400km do Pecem. Petrolina está a mais de 600 km, entretanto as frutas ali produzidas chegam aos EUA a exemplo da manga oriunda de Petrolina que é vendida ao preço de US$ 1, cerca de R$ 3,30 (dolar comercal) a unidade para exportação para aquele país. Lá a manga é vendida entre US$ 3 a 5 dólares.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.