quarta-feira, outubro 19, 2016

Sem o serviço de correição, animais invadem as vias e praças de Parnaíba

Jumentos, considerado animais de grande porte, foram flagrados nesta quarta-feira (19) na Praça da Graça, em frente a igreja do Rosário, em Parnaíba enquanto do outro lada do praça era realizada a solenidade em homenagem ao Dia do Piaui.

Animais de grande porte flagrados na Praça da Graça, em frente a igreja do Rosário, em Parnaíba.
Parnaíba não conta com um serviço de correição de animais eficiente. Não temos carrocinha e nem uma equipe preparada para realizar este trabalho. As leis sobre esse tema são relaxadas por falta de vontade do gestor municipal e as consequências disso é a constante ocorrência de animais nas vias e praças de nosso município com a ocorrência de acidentes graves como o que ocorreu recentemente com o jovem funcionário do IML de Parnaíba.

A implantação desse serviço com certeza iria reduzir o número de acidentes envolvendo animais nas ruas e rodovias do entorno de nossa cidade. Este é um dos temas que deve ser encarado pelos vereadores de Parnaíba. Donos de animai de grande porte que se envolvessem em acidentes deveriam responder criminalmente. Temos que ter leis duras ou não conseguiremos êxito nesta questão.

Medida que deveria ser adotada pela prefeitura seria retornar urgente o serviço de correição implantado na gestão de Mão Santa quando foi prefeito, mas que foi abandonada ao longo dos anos. Uma medida complementar seria leiloar os animais apreendidos que não fossem resgatados pelo proprietário no prazo de 3 dias. Animas que pudessem ser abatidos e consumidos poderiam ser doadas para as instituições como abrigo São José e escolas do município.

O fato e que precisa ser feito alguma coisa urgente, pois a população de animais perambulando pela cidade vem aumentando consideravelmente nos últimos tempos, inclusive ocasionando graves acidentes.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.