quinta-feira, outubro 06, 2016

PPL poderá expulsar candidato por traição


Mal Mão Santa (SD) foi oficializado vitorioso nas urnas no último domingo (02) em Parnaíba e o ex-diretor da Semar, Rarisson Albuquerque (nomeado em 2015 como diretor regional do órgão ambiental pelo governador Wellington Dias, por indicação do atual prefeito de Parnaíba Florentino Neto, ambos do PT), abandonou o barco de Florentino e correu para “abraçar” Mão Santa. 

A postura do candidato a vereador pelo Partido Pátria Livre (PPL) que fazia parte da coligação que dava sustentação a candidatura a reeleição de Florentino Neto (PT), gravada em vídeo na caminhada da vitória de Mão Santa e viralizada na internet, gerou repúdio geral nos parnaibanos e principalmente nos líderes do PPL em Parnaíba. Já fala-se na expulsão de Rarisson do partido, uma vez que a atitude dele foi considerada inaceitável e indigna de alguém com pretensões a liderança política.

O presidente do PPL de Parnaíba, o vereador Ronaldo Prado afirmou que iria convidar Rarison Albuquerque  para dexar o partido, caso não o faça o presidente vai levar o caso ao conselho de ética do partido e pedir a sua expulsão.

Por Luzia Paula | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.