sábado, outubro 01, 2016

Leitura Objetiva

A tradição da porca
De onde vem a expressão “A porca comeu”? A única certeza é que esta tradição teve origem no Piauí, mas há relatos de que o dito surgiu exatamente na cidade de Campo Maior.
Dentre vários relatos, todos de Campo Maior, o mais difundido é este: Manuca, um comerciante na cidade de Campo Maior, pela década de 60 do século passado, após ter perdido a eleição para vereador, observava, em frente a sua casa, porcos que fuçavam restos do material da campanha eleitoral. Alguém que passava por ali, percebendo o estado de desolação de Manuca, adverte em tom de galhofa, “cuidado Manuca, senão a porca te come”. A história caiu no gosto popular e rapidinho espalhou-se pelo estado, principalmente porque foi adotado pela mídia. Colunistas e chargistas esbaldam-se de criatividade em épocas de eleição em cada rincão do estado do Piauí. Por todo o Estado, é comum que partidários de políticos vitoriosos, após a apuração, conduzam porcas, ou reproduzam o ronco da porca, através de sistemas de som, à porta de candidatos derrotados. Em Parnaíba a porca vai comer mais de trezentos candidatos, sendo três deles a prefeito.

O desespero dos compradores de votos
Chegaram à nossa redação denúncias contra a diretora de uma Escola Municipal, dando conta de que a mesma estaria pedindo votos dos pais dos alunos para uma vereadora. Para “amarrar” o voto e fazer a pessoa se sentir coagida, de acordo com a denúncia, a diretora ainda estaria anotando os números das zonas e das sessões eleitorais de cada pessoa. Arre égua!

Por que tanto medo das pesquisas?
A coligação do prefeito Florentino Neto (PT) pede anulação de pesquisas das coligações adversárias, entretanto não divulga nenhuma das várias registradas. Segundo o deputado Robert Rios, é porque em todas elas só deu Mão Santa. Ele foi bem claro em apontar o colega Dr. Hélio que teria lhe passado a informação de que foi feita quatro pesquisas e em todas o ex-senador estaria a frente de Florentino. Dr. Hélio não desmentiu e já teve oportunidade pra isso, dando a entender que Robert falou a verdade.

Jogando a toalha
Na entrevista concedida nesta sexta-feira (30) no Jornal da Costa Norte, que tem como âncora a dinâmica Carol Porto, o deputado e ex-prefeito Zé Hamilton jogou a toalha. Se discurso dava sinais claros de que Parnaíba já havia decidido pelo ex-senador Mão Santa.

O salvador tá na charola
Sentindo a água no nariz e não tendo mais a quem recorrer, o jeito foi apelar para o ex-prefeito Zé Hamilton. Colocaram o homem em uma charola como se fosse o salvador da pátria. Gravaram a voz dele e distribuíram nos carros de som da campanha do Florentino, Nesta sexta-feira (30) concedeu entrevista na TV Costa Norte e rádios. Agora é tarde - Inês é morta!


Denúncias tomam conta do noticiário e das redes sociais
Nas últimas 48 horas o pleito eleitoral em Parnaíba tomou uma dimensão bem maior, a campanha vinha morna até pouco antes da virada que vem sendo anunciada nas pesquisas tudo parecia calmo e nem parecia que havia campanha eleitoral. As denúncias de parte a parte tomaram conta do noticiário e das redes sociais.

Por José Wilson | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.