terça-feira, setembro 06, 2016

Fumo pode antecipar a necessidade de cirurgia plástica das pálpebras

Oftalmologista e especialista em plástica e
estética ocular, Lílyan Moura Fé
Os altos índices de fumantes preocupam autoridades mundiais, isso porque são mais de um bilhão de fumantes no mundo. No Brasil ocorrem, anualmente, 200 mil mortes por doenças relacionadas ao fumo, tendo como principais causas os problemas cardiovasculares e diversos tipos de câncer. Mas o fumo também prejudica outras funções do corpo, que muitas vezes são desconhecidas pela maioria das pessoas, como é o caso da visão.

Os fumantes têm mais chances de adquirir a catarata e degeneração macular relacionada à idade. A oftalmologista e especialista em plástica e estética ocular, Lílyan Moura Fé, explica que o uso de cigarros também pode estar relacionado com o envelhecimento facial precoce e oftalmopatia de Graves. “O envelhecimento facial precoce pode antecipar a necessidade da cirurgia de retirada do excesso de pele das pálpebras. Já a oftalmopatia de Graves, que geralmente está relacionada com hiper ou hipotireoidismo, pode ocasionar sintomas como lacrimejamento e diplopia”, disse a médica.

Blefaroplastia

Muitas pessoas recorrem à blefaroplastia, cirurgia de correção das pálpebras caídas, a partir dos 40 anos, devido à flacidez da pele e proeminência das bolsas de gordura ao redor dos olhos, que começam a ficarem mais evidentes nesse período. No entanto, fatores genéticos e hábitos saudáveis interferem no surgimento desses problemas, podendo, portanto, antecipar ou retardar esse processo.

Em alguns casos, a blefaroplastia vai além da estética e se torna essencial para uma melhor visão. “Caso exista uma grande quantidade de pele excedente nas pálpebras superiores, pode haver a diminuição do campo de visão. Já nas pálpebras inferiores, a flacidez pode provocar o deslocamento inferior da pálpebra, gerando sintomas como lacrimejamento. Nesses casos, a melhora adquirida com a blefaroplastia passa a ser não só estética, como também funcional”, destacou a especialista.

A blefaroplastia é uma cirurgia rápida, com duração aproximada de uma hora, realizada geralmente com anestesia local e sedação. Após a cirurgia, é necessário que o paciente repouse por uma semana e adote alguns procedimentos simples para facilitar a cicatrização como o uso de óculos escuros, higienização na região dos olhos e compressas de água gelada.

Por Dallila | Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Favor assinar o blog com nome e e-mail.